sexta-feira, 4 de maio de 2018

A César o que é de César e ao Sócrates o que é do Sócrates.

Depois de Carlos César, presidente do PS, o ter feito de manhã aos microfones da TSF, à noite foi a vez de o porta-voz do PS, João Galamba admitir que se sente "envergonhado" com o caso de José Sócrates. Na rubrica Esquerda-Direita, na SIC-Notícias, o deputado foi o segundo dirigente do partido a quebrar o silêncio da direcção socialista sobre as acusações ao ex-primeiro-ministro.

Expresso

São cinco: além do líder parlamentar socialista, Carlos César, há outros quatro "césares" na administração pública e em cargos públicos. Aliás, toda a família: a mulher foi nomeada pelo Governo regional, o filho foi eleito pelo PS regional, a nora nomeada por uma secretária do governo regional, o irmão escolhido pelo ex-ministro da Cultura do actual Governo. 

Sábado 

"Os  deputados à Assembleia da República que são das regiões autónomas dos Açores e Madeira têm direito a um subsídio de deslocação. Além disso, quando viajam, pelo menos sete pedem de volta ao Estado dinheiro que não gastaram, recorrendo ao subsídio de insularidade para residentes nas ilhas." Entre eles Carlos César.


Expresso


É preciso ter lata, o Sócrates envergonha, ele orgulha o PS. Sem palavras...

Sem comentários:

Enviar um comentário